BANCOS: EMPRÉSTIMOS BANCÁRIOS A EMPRESAS PRIVADAS ACELERAM ACENTUADAMENTE NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2020

Quiosque360. Segundo o Banco Al-Maghrib, o primeiro semestre de 2020 registou uma aceleração dos empréstimos bancários a empresas privadas, um aumento de 5,2%.

O setor bancário está a apresentar uma tendência positiva no crédito no primeiro semestre do ano, noticia hoje Marrocos na sua entrega diária. O jornal, que analisa o relatório anual de 2019 do Bank Al-Maghrib sobre supervisão bancária, salienta que os empréstimos bancários cresceram 5,2%, impulsionados por uma aceleração “significativa” do crédito a empresas privadas, e que as ações subiram para 7,8%. Já o crédito à habitação desacelerou acentuadamente para 0,9%. O diário recorda ainda que o setor bancário está totalmente mobilizado para limitar o impacto deste contexto específico na economia marroquina, sobretudo através de um apoio especial às empresas, acrescentando que isso explica a significativa aceleração do crédito às empresas privadas.

Por outro lado, ficamos a saber que a desaceleração do crédito à habitação se deve a uma produção quase stop do crédito à habitação e ao crédito ao consumo durante o período de contenção. “As alterações nas dotações por objeto confirmam esta análise global. Os créditos em numerário subiram dois dígitos no primeiro semestre do ano para 10,4%. O crédito à habitação aumentou apenas 0,4%, enquanto o crédito ao consumo teve uma tendência negativa de 2,3%”, disse Hiba Zahoui, responsável pela supervisão bancária do Banco Al-Maghrib. Refira-se ainda que os depósitos para os primeiros seis meses de 2020 aumentaram ligeiramente, representando um aumento de 3,9%, refletindo a aceleração de 6,6% nos depósitos de residentes privados e de 1,5% pelos marroquinos residentes no estrangeiro. Segundo Hiba Zahoui, estes desenvolvimentos podem estar ligados a uma diminuição das despesas de consumo das famílias durante o período de contenção.

Refira-se que os depósitos à vista aumentaram para 8,7% no primeiro semestre do ano, enquanto os depósitos a prazo caíram 8,8% entre as taxas de retorno mais baixas. O diário refere ainda uma desaceleração das contas de poupança para 2,7%, refletindo um comportamento bastante significativo de levantamento de dinheiro no início do confinamento.

Faça o primeiro comentário a "BANCOS: EMPRÉSTIMOS BANCÁRIOS A EMPRESAS PRIVADAS ACELERAM ACENTUADAMENTE NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2020"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*